sexta-feira, 10 de setembro de 2010

DATAS DAS PROVAS E AUXILIOS

Fiquem atentos, pois já foi divulgado o horário das avaliações da III unidade. As provas ocorrerão nos dias 13, 15 e 17 de setembro e as recuperações serão nos dias 23, 25 e 27.

A novidade desta vez fica por conta da estrutura das provas, que serão aplicadas por blocos baseados nas áreas de conhecimento. Ficou a critério dos professores se as notas seriam compostas pelo conjunto das disciplinas das áreas ou se seriam notas específicas para cada uma delas. De qualquer forma, estas decisões serão comunicadas para todos.

Os blocos de provas serão aplicados segundo umas regras importantes:

A aplicação das provas será iniciada 8:00h;
Cada bloco terá 60 questões;
O tempo mínimo de permanência na sala será de 2 horas e meia;
Serão distribuídas e preenchidas folhas de respostas.

A programação para a semana de provas é a seguinte:

Dia 13 (segunda-feira): Códigos e Linguagens [Português, Artes, Inglês e Educação Física]
Dia 15 (quarta-feira): Ciências Humanas [História, Geografia, Sociologia, Filosofia e Educação para o Trabalho]
Dia 17 (quinta-feira): Ciências da Natureza e Matemática [Física, Química, Biologia e Matemática]

A sequência das recuperações será a mesma, ocorrendo, como já informado, nos dias 23, 25 e 27 de setembro.

REDAÇÂO DE SOCIOLOGIA

Só lembrando! As músicas que foram trabalhadas em sala, vão servir para o tema das redações.
Escolham uma das músicas e façam redações sobre elas.
Data de estrega: Irá ser no dia da Avaliação de Sociologia, História e Filosofia.
(Deputados Candidatos)

domingo, 8 de agosto de 2010

Aula da Saudade - Escola Prof Trajano de Mendonça - 2009.wmv




Vestibular Seriado da UPE

08/08/2010 por Paulo Alexandre

As inscrições para participação no SSA (Sistema Seriado de Avaliação), o vestibular seriado da UPE, estão abertas. O prazo para inscrição será encerrado no dia 3o deste mês de agosto. A taxa de inscrição cobrada é de R$ 40,00.

As provas ocorrerão no dia 21 de novembro.

Para solicitar a isenção da taxa de inscrição, o/a estudante precisará estar atento/a aos seguintes critérios:

* Possuir registro no Cadastro Único para Programas Sociais – CADúnico (sendo favorecido pelo Bolsa Família ou outros programas de assistência) e informar o NIS (Número de Inscrição Social).

Para solicitar a isenção, os candidatos devem ainda:

* Possuir renda familiar per capita mensal de até meio salário mínimo (verifique quanto é a renda de sua família e divida pela quantidade de moradores de sua casa, pois se o valor for igual o inferior a R$ 255,00 então você poderá solicitar a isenção);
* Se a renda familiar mensal for de até 03 (três) salários mínimos (ou seja, se todos os moradores de sua casa ganharem, ao todo, até R$ 1.530,00).

Vale a pena registrar que estas limitações para garantir a isenção num vestibular para uma universidade pública estadual são uma prova de que a UPE (e o Governo Estadual) não foram sensíveis o suficiente sobre a realidade dos estudantes da rede pública.

Trate de providenciar o seu CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), que é um documento exigido para inscrição!

* Para obter o seu CPF, faça o seguinte: 1) Procurar uma das Agências ou do Banco do Brasil, ou da Caixa Econômica Federal ou dos Correios, levando a documentação necessária (o custo desse atendimento é de R$4,50); 2) Apresentar documentação que comprove a filiação (pode ser a carteira de identidade, a certidão de nascimento, etc.) ou ainda Título de Eleitor para quem o possuir (documento opcional para quem está entre os 16 e 18 anos);

Procure os professores para o esclarecimento de dúvidas e para informar sobre o programa de cada disciplina.

sábado, 7 de agosto de 2010

Quanto custa um deputado?

07/08/2010 por Paulo Alexandre

Quem quiser rever os vídeos que foram utilizados nas aulas de Sociologia e Filosofia da semana passada, confira abaixo:

ATENÇÃO MEUS QUERIDOS ALUNOS…VOU ESTABELECER O PRAZO DE ENTREGA DE NOSSAS ATIVIDADES PARA 2ª FEIRA PRÓXIMA…FICHA 01 TODA RESOLVIDA E AS ATIVIDADES RECREATIVAS TAMBÉM…LUTEM SIEMPRE.

Como estamos tratando de cidadania, consciência social e política nas aulas de Sociologia e Filosofia, então estas informações sobre o custo de um deputado são importantes. Confira.

  • Salário de um deputado federal: R$ 16.512,09
  • Verba de gabinete (que paga os 25 assessores que cada deputado pode ter): R$ 60.000,00
  • Verba indenizatória (que os deputados usam para cobrir um monte de despesas que eles acham importantes – pelo menos para eles): R$ 15.000,00
  • Auxílio moradia (como deputados ganham pouco, não podem morar com dignidade a não ser que recebam uma ajudinha extra – claro, um trabalhador não recebe tal ajuda para pagar seu aluguel ou adquirir sua casa própria… sem falar naqueles brasileiros que não têm onde morar): R$ 3.000,00
  • Cota postal e telefônica (aquela verbinha para pagar conta de telefone e despesa com os Correios): R$ 4.000,00
  • Passagens (ou você acha que deputado vai usar o cartão VEM ou pegar transporte coletivo lotado?): R$ 9.000,00
  • Assistência médica (hospital público? Fila para o atendimento? Que nada, deputado pode receber um dinheiro bom para cuidar de sua saúde e também de seus familiares… igualzinho ao que acontece como o povão, não é mesmo?): R$ 8.000,00
  • Cota para impressos e assinaturas (um dinheirinho para pagar jornais e revistas, afinal, queremos deputados bem informados!): R$ 1.000,00

Enfim, o total que “investimos” por mês para manter cada deputado é R$ 166.512,09! Detalhe: são 513 deputados federais no Brasil – além de mais 81 senadores, que custam praticamente o mesmo! Achou pouco? Então saiba que cada deputado e senador recebe 15 salários por ano – além de outra boquinha, que e o recebimento extra quando são convocados durante o recesso parlamentar.